Atividades

Classe Agrupada - Um dos princípios que orientam uma Casa - Escola

Um ambiente cientificamente preparado para reunir crianças de, no máximo, três faixas etárias. Esse ambiente permite o interrelacionamento das atividades específica de cada nível de aprendizagem, dentro de um conjunto global de atividades. Baseada no conceito de livre opção, movimento e trabalho criativo, a criança pode aprender com seu grupo, havendo uma variedade de modelo: um ano a mais ou um ano a menos.

"O ser humano cresce num ambiente social e a interação com outras pessoas é fundamental a seu desenvolvimento."

Vygotsky


Agrupada 1 a e 1b

Os três primeiros anos de vida da criança são importantíssimos para o seu desenvolvimento integral, inclusive da empatia, da inteligência e da capacidade de amar. A plasticidade do cérebro e da vida emocional dos pequeninos é tão expressiva que, com afeto, é possível reescrever histórias de vidas que começaram em terreno desfavorável.

O cérebro vai sendo moldado em sua plasticidade, dependendo das influências do que recebe do meio externo. A genética e o ambiente das emoções programam certos aspectos da capacidade da aprendizagem e do comportamento da criança, mas muitos desses aspectos podem ser modificados.

As crianças que desenvolvem vínculos de afeto sadio com seus cuidadores tendem a ser mais empáticas. Segundo Hoffman, os seres humanos estão biologicamente equipados para a empatia. Embora nos primeiros anos as crianças estejam centradas em si, encantadas com as suas ações sobre o mundo, elas começam a perceber o impacto emocional de suas próprias ações no outro.

As “bordas” são promotoras do crescimento e do controle dos afetos. Com sensibilidade e firmeza os cuidadores dimensionam a ligação entre as ações e sentimentos. São as falas e os exemplos do cotidiano que fazem o pequenino desenvolver a empatia.

Traços da Personalidade

Uma nova visão de Educação

Novos estudos apontam que os traços da Personalidade são tão importantes quanto à inteligência para se dar bem na escola e na vida. Crianças perseverantes não desistem da meta, apesar dos obstáculos, dos imperativos. São organizadas, planejam seus estudos e não são preguiçosas. Traços de Caráter e Personalidade como persistência e autocontrole são determinantes não só na vida escolar, como amplitude na vida. Além de importantes, os traços podem ser ensinados e desenvolvimentos na sala de aula nas diversas disciplinas.

Controlar os impulsos na infância e na adolescência traz ganhos na vida adulta. O autocontrole na escola está presente na assiduidade, na participação nas atividades, no fazer as tarefas de casa...

Perseverança (perseguir uma meta - foco), ser disciplinado e resiliente, autocontrole (não ceder a impulsos como ligar a televisão na hora de estudar), extroversão (não ficar apenas no campo das ideias, conseguir realizar o que planeja), curiosidade (estar aberto aos erros, sem medo de assumir riscos), protagonismo (acreditar que, com esforço é possível mudar o que é ruim) e cooperação (habilidade de trabalhar em grupo).

A aprendizagem acontece com a costura de fatores cognitivos e outros. Dados significativamente interferem no ato de aprender: como a criança sente-se, qual a sua motivação, como se processa a interação da criança com o outro.

(Org. pelo Inst. Ayrton Senna em parceria com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, responsável pelo o principal índice de qualidade em educação internacional, o PISA).