E você, ex-aluno, onde está?

Ex-alunos

História > Escola

Escola

Nos 37 anos de atividade, acalentamos o sonho de ver surgir uma nova sociedade protagonizada por um homem comprometido, capaz de admirar e transformar o mundo em que vive. Ao transformar o mundo, sentir-se transformado pela própria criação. Um ser histórico engajado com a atuação e a reflexão.

Em 01/9/1980, o Petra surge inspirado por ideias de liberdade e ética, com um modo de ser e entender a prática educativa através do enfoque centrado na capacidade de atuar, operar e transformar a realidade visando o bem-estar social. Os trinta e quatro anos de existência do Petra foram marcados por macro transformações. Neste cenário em movimento, a atual educação, hoje conhecida como pós-moderna nos faz unificar o novo no velho e caminhar para frente, construindo uma educação voltada para equidade (a busca da igualdade sem eliminar as diferenças). Afinamos-nos com o enfoque sociointeracionista, onde o aluno é um sujeito social, criador e recriador de cultura, ou seja, ele se transforma pelos valores culturais do seu ambiente e, ao mesmo tempo, é transformado por este próprio ambiente. Portanto, o conhecimento é fruto das interações sociais que se estabelecem pela mediação dos signos culturais construídos na coletividade. A escola deixa de ser um espaço no qual sujeitos interagem com o objeto do conhecimento e torna-se o lugar onde interlocutores se encontram para interpretar o mundo. Buscamos uma prática pedagógica que se re-faça constantemente na práxis, pois educar é como viver, exige a consciência do inacabado. Para Paulo Freire, a educação é ideológica, mas dialogante e atentiva, para que se possa estabelecer a autêntica comunicação da aprendizagem, entre gente com alma, sentimentos e emoções, desejos e sonhos.

O compromisso assumido pelo corpo docente não pode ser um ato passivo, mas com a práxis - ação e reflexão sobre a realidade. Compromisso este só válido quando pleno de humanismo, e este, por sua vez, só é consequente quando fundamentado cientificamente. O objetivo da nossa práxis é uma radical transferência da atividade que antes existia no professor, e que é confiada, em sua maior parte, à criança. A educação é compartilhada pelo professor e os objetos do conhecimento. O conjunto de objetos estabelece um auxílio para a criança que escolhe, serve-se dos objetos e exercita-se com eles, segundo suas próprias tendências e necessidades, conforme o impulso do seu interesse. Tornam-se os objetos "meios de desenvolvimento". "É todo esse conjunto e não só o ensinamento do professor o fator principal: e como é a criança que o manipula, deverá ser esta, e não o professor, a entidade ativa" Maria Montessori. Porém, tem o professor inúmeras incumbências difíceis: sua cooperação não deve ser excluída, mas há de ser prudente, delicada e uniforme. Ele é o facilitador que permite um trabalho ativo e contínuo da criança.

O PETRA - Espaço de Educação Infantil Pequeno Trabalhador - Casa-Escola Montessoriana está situado na Rua Barão de Jaguaripe, 35 e 37 - Ipanema, RJ. De forma organizada, crianças de zero a seis anos convivem harmoniosamente. O colégio possui Creche, Educação Infantil e 1º Ano do Ensino Fundamental (antiga Classe de Alfabetização). O corpo docente é constituído por profissionais da área de educação. Os agrupamentos são regidos por professores com sólida formação acadêmica: ensino superior, alguns com pós-graduação e especialização no Sistema Montessori de Ensino, entre outras.

Topo